segunda-feira, 30 de abril de 2012

O Solar de Vilartão. Vilartão e Chaves.

  
     Vilartão e Chaves.







                                           http://pt.wikipedia.org/wiki/Chaves_(Portugal)






   A Revista Aquae  Flaviae
do Grupo Cultural Aquae Flaviae no seu número 44, de dezembro último, contém  um excelente artigo  da Dr.ªMaria Aline Ferreira Caetano sobre a freguesia  de Bouçães. Neste artigo refere-se:"Ao longo da sua história as ligações terrestres da freguesia à sede do concelho, do qual dista apenas 22km, foram sempre difíceis,vindo a ser resolvidos apenas, na década de sessenta, razão porque a freguesia se relacionou sempre com Chaves, cidade de que se sentia mais próxima." 
   Fazem parte da freguesia de Bouçoães nove povoações: Bouçoães, Lampaça, Tortomil, Vilartão, Bouças, Ermidas, Real Covo, Picões e Ledões.




  Bouçoães: "Nas inquirições de D.Afonso III ( 1258) é designada por "Bouzoos", topónimo proveniente de bouça matagal.Também aí já é referida a igreja de Santa Maria Madalena de Bouçoães, como sufragânea da igreja paroquial de Santa Maria da Ribeira. No centro da aldeia localiza-se a abadia -- residência paroquial, com características arqueológicas romanas e medievais."




 Vilartão: "Com a extinção do concelho de Monforte de Rio livre, em 1853, foi novamente integrada  na freguesia de Boucoães, que passou a pertencer ao concelho de Valpaços, criado em 1836."










Portão poente do solar


  Excelente artigo da Dr.Âline Ferreira Caetano de que se destacaram fragmentos mas que não dispensa a leitura na integra. 

sábado, 14 de abril de 2012

O Solar de Vilartão. A Cozinha Velha.

       
   A cozinha medieval do solar ou a cozinha velha.



  Depois de alguns anos, finalmente pôs-se fim às obras que faltavam. 
  A ala poente do solar é um edificação anterior ao séc.XVII que se encontrava muito degradada. Dela fazia parte entre outras uma sala de arreios, uma cavalariça e uma cozinha.  



   A cozinha num andar elevado com cantareiras nas paredes e com um chão em parte em pedra e outra em madeira tem  acesso de um pátio fechado por uma escada  exterior em pedra.

                              
  Foi esquecida para obras há uns anos atrás porque estava muito degradada e também porque não se encontrou na altura qualquer  utilidade para este espaço.
   
   
   Quando no último verão, depois de se ter decidido intervir e fazer o despejo do lixo que aí se tinha acumulado, todos nós que aí estivemos a despejar e a varrer lixo de séculos  quando nos vimos à luz do dia estávamos todos com a cara negra do pó do carvão que com o calor e suor se tinha colado à pele. Curioso porque nos riamos uns dos outros sem nos apercebermos de nós próprios.   






    Deu trabalho mas o chão ficou varrido e as grandes e antigas lages de granito daquele chão maciço apareceram. 



   Com ajuda  do pladure as obras foram rápidas e os resultados não tardaram a aparecer.


  
Depois foi só fazer uma mudança retirando o que estava a mais da casa do Minho.




 ...E saborear o sol de poente, nos fins de tarde de primavera luminosos de Trás-os-Montes. 




   Onde se sobe  chegando de um pátio distante por entre passagens apertadas e labirinticas lembrando a ocupação Árabe que aqui foi muito forte. 














segunda-feira, 9 de abril de 2012

O Solar de Vilartão. "Os Caminhos da Memória Freguesia de Bouçoais".


     


       Os Solar dos Morgados. "Os Caminhos da Memória 
  Freguesia de Bouçoais".

 No dia 1 de Abril de 2012,  pelas 15 horas, no Pavilhão Multi-Usos de Valpaços  realizou-se a apresentação do livro "Os Caminhos da Memória Freguesia de Bouçoais - Valpaços", de  Maria Aline Ferreira.


 Esta obra é sem dúvida uma referência para o estudo de uma freguesia com  um património muito rico  e também com um  dos  maiores patrimónios arqueológicos do concelho de Valpaços.


  Um convite irrecusável para um caminho de surpreendentes descobertas. 
  


Intervenção da Dr.ª Aline Ferreira


Capa do livro "Os Caminhos da Memória Freguesia  de Bouçoães"



Contracapa do livro. Torre.
Importante estrutura militar romana.




                    Sessão de autógrafos da Dr.ª Aline Ferreira.




Solar dos Morgados de Vilartão
Solar dos Morgados de Vilartão
   Constitui o único solar na freguesia,que foi propriedade dos morgados de Vilartão.Ligado a um vinculo de morgadio, trata-se de um importante edifício, cuja traça arquitetónica, acusa a fidalguia dos seus antigos senhores.
    Actualmente mantêm-se na família Morais Soares, décima primeira titular, Ângela Rey Soares Ferreira, sobrinha neta de Armando Morais Soares, e marido.



Capela de Picões
Capela de Picões
Capela de Picões
  Mandada construir por o Coronel de Cavalaria António de Sá Pereira do Lago (de Morais Soares) filho do governador do castelo de Monforte de Rio livre e morgado de Vilartão.
Esta  belíssima capela, da primeira metade do séc.XVIII (1730/38), numa paradisíaca paisagem   foi dedicada a Santo António.